Ricardo de Paula
Comparti(lha)r en(m) Facebook Comparti(lha)r
  • Blog Posts
  • Discusiones | Tópicos
  • Eventos
  • Grupos
  • Fotos
  • Álbumes de fotos | Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Los contactos de Ricardo de Paula

  • Laura Alonso Miguel
  • Emílio Ribeiro
  • Phamella Menezes
  • EspacioCultural PatadeGanso
  • Zikzira Espaço Açao
  • Rodrigo Pires
  • Cia.Nósláemcasa
  • Livia Rangel
  • Dudude Herrmann
  • Ernesto Gadelha
  • Juan Carlos García
  • Cristina Bokel Becker
  • alejandro govea zappino
  • key sawao
  • Thembi Rosa
 

Página de Ricardo de Paula

Perfil

Sitio/website:
http://www.ricardodepaula.com
Pais
Brasil / Germany
Telefono (Pais+ciudad+número de telefono) | Telefone (País+DDD+número)
+49 30 48625762
E-mail:
ricardo.depaula8@gmail.com
Esta pagina representa:
Individuo
Estilo de Danza (puedes elegir mas de una) | estilo de dança (pode escolher mais de uma):
Contemporaneo/ danza teatro | Contemporâneo\Dança-teatro, o(u)tros
¿Quieres además ser miembro de la Red Sudamericana de Danza y recibir información sobre sus actividades?
si
Como m(i)embro optas por recibir | receber noticias de
Red Sudamericana de Danza

Comentario (8 comentarios)

Necesitas ser un miembro de movimiento | movimento para añadir comentarios! | É preciso ser membro de para incluir comentários

Participar en movimiento | movimento

A las 2:33pm del marzo 3, 2010, Ricardo de Paula dijo...
Oi Wagner,

e vc como esta? tudo bem?
Eu estou bem graças aos deuses. E agradeço pelo comentario, valeu!!!
Bem e as referencias estão espalhadas pelo mundo em tempo de "crise", né?
Abs,
Ricardo
A las 10:35am del marzo 3, 2010, Wagner Schwartz dijo...
Oi Ricardo, tudo bem?

Recebi o convite para participar do evento que você está fazendo em Berlim chamado “Dance for Sale” e ele me lembra, com referencias de nome, conceito e imagem, o trabalho de Fernanda Bevilaqua junto à Cia. Uai Q Dança (“Venda”), que tem viajado por alguns estados do Brasil e Festivais como FID (Fórum Internacional de Dança) e ENARTCi 2008 (nesse último, Wagner Carvalho acompanhou e fez algumas considerações importantes sobre o trabalho de Fernanda).

Como estamos vivendo uma época de apropriação seja de ideias ou de qualquer outra forma de conhecimento, seria legal que você entrasse em contato com Fernanda, para conversarem sobre como anda esse seu processo de trabalho em Berlim, que é uma extensão do que já tem sido feito no Brasil. Talvez as políticas que envolvam a depreciação da cultura, sendo as mesmas em ambos espaços, possam agregar valores e a formação de pares para, numa ideia de comum, modificarem o que é possível dessas imposturas.

Um abraço,

Wagner Schwartz

ps 1. para ver o trabalho da cia. basta clicar:
http://movimientolaredsd.ning.com/profile/FernandaBevilaqua?xg_source=profiles_friendList

ps 2. a crítica do marcello avelar segue abaixo também, dividida em 3 partes.
A las 10:32am del marzo 3, 2010, Wagner Schwartz dijo...
Grupos Cênicos invadem a tela

MARCELLO CASTILHO AVELLAR

Jornal Estado de Minas

Há décadas sabemos todos que a criação cênica interfere de maneira decisiva na produção audiovisual. Só que, geralmente, pensamos essa interferência em escala industrial: best-sellers se tornam blockbusters, a indústria cinematográfica fica de olho no mercado editorial para antecipar tendências e comprar, a preços baixos, os direitos de obras que sinalizam possibilidade de sucesso junto ao grande público. Mas nem sempre é assim. A interferência também ocorre em escala menor, numa mesma comunidade, até mesmo no interior.
É o que acaba de ocorrer em Uberlândia, onde dois grupos cênicos decidiram expandir suas atividades e invadir as telas: o Grupontapé, de teatro, lançou, no final do ano passado, Asas ao redor de mim, e a Uai q dança vem apresentando Dança a R$ 1,00 em escolas da cidade. A trajetória de Asas ao redor de mim começou há anos, com a encenação, pelo Grupontapé, do monólogo de mesmo nome escrito por Irley Machado.
O trabalho se tornou uma espécie de marca registrada da atriz Kátia Bizzinotto, expandiu se rumo à intervenção urbana e, finalmente, foi transformado em filme dirigido por Marcial Rezende e Murilo Azevedo. Dança a R$ 1,00, de Ricardo Alvarenga, é um documentário que registra momentos da ação que a Uai q dança vem realizando há cerca de dois anos – levar dança, a preços populares, a espaços públicos onde usualmente são comercializados outros bens, ao mesmo tempo em que investiga as relações econômicas inerentes à produção artística e o comportamento de um público geralmente fora dos mercados de arte.
A las 10:32am del marzo 3, 2010, Wagner Schwartz dijo...
AUTONOMIA

As duas obras respondem, de maneiras distintas, à questão da autonomia das linguagens audiovisuais frente à criação cênica – armadilha onde caem boa parte das adaptações de peças de teatro para o cinema, que ficam parecendo teatro filmado. Asas ao redor de mim, como monólogo, se dá ao luxo de concentrar a atenção em uma única personagem – Maria, moradora de rua, o equivalente ao “idiota da aldeia” na literatura russa, aquela figura completamente lúcida em sua completa inadequação ao mundo que a cerca. Depois de anos interpretando a personagem, Kátia Bizzinotto adquiriu tal intimidade com ela que a criatura tornou-se uma segunda pele, produzindo completa impressão de verdade apesar de sua construção pouco naturalista.
Se o Grupontapé houvesse apenas registrado o monólogo, teríamos teatro filmado – ainda que de qualidade. Contudo, o tratamento que foi dado, da materialização de personagens que poderiam contracenar com Maria até suas andanças por ruas, becos e terrenos vazios de Uberlândia, transformou Asas ao redor de mim em cinema verdadeiro. No processo, oferece ao espectador, além da tragicômica trajetória da personagem, poderosa crônica sobre espaço urbano, exclusão social, solidão, preconceito e solidariedade.
A las 10:32am del marzo 3, 2010, Wagner Schwartz dijo...
CORTES

Dança a R$ 1,00, por sua vez, recusa-se a ser documentário bem comportado. Parece, antes, aparentado ao clipe, com cortes ágeis, conteúdos apenas insinuados, recusa em apresentar começo, meio e fim encadeados dentro da lógica clássica. É filme que se presta a seu objetivo: como parte da ação proposta pela Uai q dança, a companhia vem visitando escolas nas comunidades, mostrando o filme e conversando com a garotada – ou seja, lida com público capaz de preencher, por experiência própria, os interstícios do filme. Para quem nunca assistiu à ação, contudo, Dança a R$ 1,00 também fará sentido, só que diferente: uma provocação ao questionamento do que sabemos sobre arte e consumo, construída não apenas de dança e depoimentos sobre ela, mas de imagens do cotidiano e opiniões de pessoas comuns, que muitas vezes nos apresentam visões mais convincentes que muita teoria que circula por aí.

matéria publicada pelo Jornal Estado de Minas em 31 de Janeiro de 2010.
A las 9:26pm del agosto 1, 2009, YANAVICO Casa Taller dijo...
Becas de la Catedra Popular de Danza
http://jesus-alegria.blogspot.com
un abrazo
A las 10:18am del marzo 2, 2009, margô assis dijo...
Ei Ricardo td bem? encontraremos em Berlim?
abração , m
A las 4:32am del marzo 2, 2009, MIcheline Torres dijo...
helloooooo!
 
 
 

Danza y cultura en red | Dança e cultura em rede

Este es un proyecto dance-tech.net desde 2018 y es curado por

Marlon Barrios Solano

Creada por la Red Suramericana de Danza en asociación con idanca.net y Associação Cultural Panorama | Criada pela Red Sudamericana de Danza em parceria com idanca.net e Associação Cultural Panorama.

© 2019   Creado por Red Sudamericana de Danza.   Tecnología de

Emblemas | Badges  |  Reportar problema  |  Términos de servicio